Otoplastia

Plástica que corrige as orelhas de abano.

otoplastia

Otoplastia é a cirurgia plástica para corrigir anormalidades na estrutura ou formato das orelhas. A cirurgia das orelhas é muitas vezes direcionada para crianças, cuja maior queixa, sem dúvidas, são as orelhas de abano, que podem ser corrigidas já a partir dos 5 anos de idade.

Muitos adultos também optam por remodelar as orelhas em queixas que vão desde orelhas de abano até orelhas pequenas, grandes, com lóbulos rasgados, queda da aba superior e muitas outras situações pouco estéticas.

A deformidade das orelhas pode causar ansiedade e refletir no relacionamento social em todas as faixas etárias tornando, principalmente as crianças, vulneráveis a provocações. É importante ouvir todas as frustrações do seu filho, ficar atento se ele for ridicularizado na escola ou em outros ambientes.

Cerca de 6 a 11% das crianças nascem com alguma má formação nas orelhas como lóbulos grandes, orelhas salientes ou inclinadas, orelhas pequenas, grandes ou com cartilagem faltando. No entanto, deformidades traumáticas também podem ocorrer em qualquer idade, como as decorrentes de acidentes de carro, mordidas de cachorro ou rasgos de lóbulos por puxões de brincos ou sobrecarga.

A otoplastia pode corrigir muitas deformidades. Esse procedimento da cirurgia plástica visa melhorar a aparência e a autoconfiança, mas não aborda a audição, que deve ter a situação avaliada por um otorrinolaringologista.

Se você é o pai de uma criança com orelhas de formato aparentemente “diferente”, uma otoplastia pode corrigir esse problema.

Deformidades comuns da orelha de abano

As preocupações mais comuns com relação às orelhas são devido a deformidades genéticas na cartilagem que dão forma e curvatura às orelhas.

As condições genéticas mais comuns incluem:

Dobra anti-helicoidal pouco desenvolvida: nessa condição a dobra da cartilagem na parte superior da orelha (o ramo superior da anti-hélice) é plana e não tem a dobra que traz a orelha de encontro a cabeça; em vez disso, as orelhas se sobressaem ou se dobram para a frente. Curvando a parte superior posterior da orelha, a cirurgia plástica é capaz de criar essa dobra perdida.

Concha hipertrófica: As orelhas podem parecer muito grandes ou ficarem salientes quando a concha, a parte interna da orelha que circunda o canal auditivo, não estiver posicionada perto o suficiente da cabeça ou for muito exagerada. A Dra. Júlia Melo pode esculpir a cartilagem através de uma incisão na pele e cartilagem (otoplastia aberta) ou de simples pontos invisíveis (otoplastia fechada) interiores à orelha, para melhorar a aparência e formação.

orelhas em abano

A otoplastia pode corrigir

Antes de decidir sobre a otoplastia a cirurgiã plástica Júlia Melo toma todo o cuidado para que os pacientes tenham expectativas realistas quanto aos resultados. Em geral, essas são as principais queixas corrigidas pela cirurgia de orelha.

  • Orelhas com pontas dobradas
  • Orelhas de abano
  • Orelhas pequenas
  • Orelhas grandes
  • Lóbulos Rasgados

Os resultados podem variar com base na forma e tamanho das orelhas, idade e genética. Neste artigo vamos nos concentrar nos casos mais comuns: as orelhas em abano.

Idade certa para otoplastia

A otoplastia é mais bem sucedida quando realizada em pacientes entre 5 e 14 anos de idade, antes que a cartilagem da orelha esteja totalmente endurecida. Em crianças, é mais frequentemente realizado após os 5 ou 6 anos de idade, quando a orelha atinge o desenvolvimento completo. A cirurgia de orelha ajuda a minimizar o trauma emocional dos pacientes quando as orelhas são corrigidas em idade precoce.

A otoplastia pode ser realizada também em adultos de qualquer idade. Se suas orelhas sempre foram uma preocupação, nunca é tarde demais para fazer esse procedimento, que pode trazer uma significativa mudança de vida.

otoplastia antes e depois

Na Consulta

No início, você conversará com a Dra. Júlia Melo  sobre a otoplastia. Durante a primeira visita, é provável que ela:

Verifique seu histórico médico: Esteja preparado para responder a perguntas sobre doenças atuais e passadas, especialmente qualquer tipo de infecção no ouvido. Fale sobre os medicamentos que você está tomando ou tomou recentemente, bem como sobre qualquer cirurgias que tenha feito.

Pergunte sobre suas expectativas:  Explique a razão pela qual você deseja se submeter à otoplastia e o que você espera em termos de aparência após o procedimento. Certifique-se de entender os riscos e entenda que é sempre possível, apesar de raro, uma segunda cirurgia para correção.

Faça um exame físico: Para determinar as opções de tratamento a Dra. Júlia examinará suas orelhas para determinar a localização, o tamanho, a forma e a simetria. Ela também pode tirar fotos das orelhas para incorporá-las em seu prontuário e fazer comparações futuras no pós cirúrgico.

orelha de abano causa

Antes da cirurgia

Na maioria das situações quando feita em adultos, a cirurgia das orelhas, é realizada em regime ambulatorial. Isso significa que você não precisará de internação. Já para as crianças,  com o uso da anestesia geral, o regime hospitalar é a melhor opção, mas a liberação se dá também no mesmo dia.

Durante a cirurgia um anestesiologista irá monitorá-lo durante todo o procedimento. Normalmente, o anestesista falará com você anteriormente à cirurgia para conhecê-lo e fazer algumas perguntas sobre o seu histórico médico. Se o seu médico solicitou exames laboratoriais pré-operatórios, você deve providenciar para que estes sejam feitos com vários dias de antecedência.

Não tome aspirina ou qualquer outro produto contendo aspirina a até 10 dias da data da sua cirurgia. Medicamentos anti-inflamatórios não esteróides (como o Advil) não devem ser tomados dentro de 4-7 dias da data da cirurgia, dependendo da preparação.

Muitos produtos vendidos sem prescrição contêm aspirina ou antinflamatórios. Por isso, é importante verificar cuidadosamente todos os medicamentos. Se houver alguma dúvida, ligue para a Dra. Júlia, ou para nossa clínica. O acetaminofeno (Tylenol) é um analgésico aceitável.Mas não se preocupe, a Dra. Júlia Melo lhe dará suas prescrições na consulta pré-operatória. Fique atento a todos os pedidos e observações presentes nessas prescrições, elas são fundamentais para um bom resultado.

Você não deve comer ou beber nada 8 horas antes da cirurgia. Isso inclui até mesmo água, doces ou chicletes. Qualquer coisa no estômago aumenta as chances de uma complicação anestésica. Os fumantes devem fazer todos os esforços para parar de fumar por até 30 dias antes da cirurgia. Isso ajudará a reduzir a tosse, o sangramento e melhora consideravelmente a cicatrização. Se você estiver doente ou tiver febre no dia anterior à cirurgia, ligue para nossa clínica. Se você acordar doente no dia da cirurgia, marque presença como planejado. A Dra. Júlia decidirá se é seguro proceder a otoplastia.

Otoplastia Aberta

A otoplastia tradicional é dividida entre técnicas com corte da cartilagem e aquelas que usam apenas suturas permanentes para moldá-la.

A Dra. Júlia Melo realiza a cirurgia da orelha numa média de 2 a 3 horas. Nas crianças pequenas, geralmente usa-se anestesia geral para que a criança durma durante a cirurgia. Para jovens e adultos, ela combina anestesia local com um sedativo.

otoplastia cirurgia como funciona

Técnica com Ressecção da Cartilagem

É feita uma pequena incisão na parte de trás da orelha para expor a cartilagem. Esculpe-se então a cartilagem, ocasionalmente, removendo um pedaço maior para proporcionar uma dobra mais natural, quando a cirurgia estiver completa.

O objetivo é fazer com que as orelhas se aproximem mais da cabeça, eliminando a maior distância. Atenção especial é dada à anti-hélice naqueles casos onde não existe uma formação ideal.

Sem Resecção da Cartilagem

Outra técnica de otoplastia envolve a incisão na pele, mas não a ressecção de cartilagem, fazendo com que uma sutura permanente seja usada para dobrar a cartilagem sobre si mesma para remodelar a orelha. Suturas não removíveis são usadas para ajudar a manter a nova forma.

Nesses casos a cirurgia de orelha deixará uma leve cicatriz na parte de trás das orelhas. Dentro de alguns dias, as ataduras podem ser substituídas por um curativo leve. Qualquer atividade em que o ouvido possa ser dobrado deve ser evitada por cerca de um mês.

Otoplastia Fechada

A otoplastia fechada é um método inovador para remodelar as orelhas de abano. Não é o método de escolha em todos os pacientes, mas a Dra. Júlia Melo costuma usá-la na maioria dos pacientes com resultados excelentes e duradouros. A técnica sem cicatrizes usa o mesmo princípio da sutura permanente, sem cortes de cartilagem, mas em vez de fazer uma incisão e cortar a pele atrás da orelha, os pontos são colocados através da pele e posicionados internamente ao longo da cartilagem das orelhas.

Isso permite um belo contorno da cartilagem auricular sem a cicatriz e os riscos que isso acarreta. Algumas orelhas exigem muito mais remodelação e uma técnica aberta pode ser desejável.

Em muitos casos, ela pode combinar um procedimento sem incisão com uma pequena incisão para acessar áreas que não são receptivas à técnica.

otoplastia fechada

Recuperação

Após a cirurgia das orelhas, os pacientes voltam para casa no mesmo dia usando um curativo leve. As experiências variam após a otoplastia. A dor geralmente não é significativa e pode ser tratada com medicação oral.

Inchaço e hematomas geralmente não são relatos importantes e desaparecem nos primeiros 3 dias. Uma atadura de gaze é usada por cerca de uma semana após a cirurgia para ajudar as orelhas a se curarem em sua nova posição mais próxima à cabeça. Os pontos geralmente são removidos em cerca de uma semana na otoplastia aberta com ressecção de cartilagem. Os pacientes são instruídos a usar uma faixa durante a noite por mais 2 semanas. Ela evita a dobradura das orelhas.

Os pacientes tem taxas de recuperação diferentes de acordo com a idade. A maioria dos adultos consegue voltar ao trabalho após cerca de 5 dias; as crianças podem voltar à escola após cerca de uma semana. Os pacientes podem voltar a usar óculos 7 a 10 dias após a cirurgia.

Riscos

Sua cirurgia será realizada com toda segurança e com cuidado, a fim de obter os melhores resultados possíveis. A Dra. Júlia tem dezenas de otoplastia realizadas. Alguns riscos da cirurgia foram listados abaixo não para assustá-lo, mas para torná-lo consciente e mais bem informado sobre este procedimento cirúrgico.

  • Infecção da pele ou da cartilagem (condrite) do ouvido.
  • Sangramento ou formação de hematoma.
  • Um resultado cosmético ou funcional que não atende às suas expectativas. Um resultado desfavorável pode ocorrer a qualquer momento após a cirurgia e inclui correção inadequada, recorrência, distorções de contorno ou correção assimétrica, que pode exigir cirurgia secundária.
  • Dormência permanente ou temporária da pele da orelha ou face.
  • Formação de cicatriz inestética como o queloide
  • Dor prolongada, comprometimento da cicatrização e necessidade de hospitalização.
  • Estreitamento do canal auditivo externo.
  • Extrusão de sutura. Quando suturas permanentes são usadas para manter a forma, elas podem se tornar evidentes através da pele e podem, eventualmente, exigir a remoção.

Custo da Cirurgia da Orelha

O preço da cirurgia de orelha, bem como de outros procedimentos cosméticos, depende da sua condição específica e da extensão da cirurgia necessária. Nenhuma estimativa pode ser antecipada para otoplastia, ou qualquer outro tipo de cirurgia plástica.

Perguntas e Respostas Sobre Otoplastia

O que é otoplastia?

Otoplastia, também conhecida como cirurgia de orelha, é um procedimento de cirurgia plástica para melhorar a aparência das orelhas. A otoplastia pode reduzir o tamanho das orelhas, aplainar orelhas de abano e remodelar orelhas deformadas.

Quem é um bom candidato para otoplastia?

Indivíduos saudáveis ​​que procuram melhorar a aparência de orelhas grandes, proeminentes ou deformadas podem ser bons candidatos para otoplastia. As expectativas quanto à cirurgia indicam bem os melhores candidatos. Elas devem ser realistas.

O procedimento pode ser realizado a partir dos cinco anos de idade, o que pode ajudar a diminuir o desconforto psicológico e emocional que as crianças podem sofrer no início do período escolar. A otoplastia também pode ser realizada em adultos de qualquer idade.

Qual a idade ideal para a realização da cirurgia?

A otoplastia pode ser realizada uma vez que as orelhas estejam completamente crescidas, o que tipicamente ocorre por volta dos 5 anos de idade. Há muitos benefícios em realizar a cirurgia em uma idade precoce, principalmente o de diminuir o desconforto emocional e psicológico de uma criança em idade escolar.

orelha anatomia

O que acontece na consulta de avaliação para otoplastia?

Durante a consulta com a Dra. Júlia Melo ela discutirá com você suas intenções, e o que você espera alcançar com a cirurgia. Suas orelhas serão examinadas, o histórico médico completamente checado e as opções discutidas. Todos os detalhes do procedimento serão explicados e quaisquer dúvidas ou preocupações que você possa ter serão abordadas.

Onde ocorre o procedimento de otoplastia?

A Dra. Júlia Melo pode realizar as otoplastias em um centro cirúrgico ambulatorial ou hospitalar, isso depende da idade do paciente e da escolha do anestesiologista.

Qual anestesia é usada para otoplastia?

A otoplastia é realizada com anestesia local e sedação para adultos e anestesia geral para crianças.

Como é realizado o procedimento de otoplastia?

Existem diferentes técnicas para otoplastia dependendo do problema específico. Em se tratando da otoplastia para orelhas de abano a incisão na pele é localizada na parte de trás das orelhas (otoplastia aberta), mas pode até mesmo não ser necessária (otoplastia fechada).

A cartilagem também pode ser esculpida com a ressecção de um pedaço, que possibilite facilitar o encostar das orelhas à cabeça, mas também pode não ser ressecada usando-se apenas suturas na cartilagem, com pontos não removíveis, para manter a nova forma e dobras naturais.

 Quanto tempo demora o procedimento?

Otoplastias geralmente levam de 2 a 3 horas para serem realizadas.

Onde ficam as incisões feitas para otoplastia?

As incisões para otoplastia são muitas vezes escondidas atrás da orelha, mas nem sempre são necessárias. Pergunte à Dra. Júlia sobre a otoplastia fechada.

Vou ter cicatrizes depois de passar por uma otoplastia?

Embora as incisões feitas para otoplastia resultem em cicatrizes, elas estão escondidas, pois geralmente estão localizadas atrás das orelhas. A técnica de otoplastia fechada evita a incisão e é feita apenas com técnicas de sutura da cartilagem “enterradas” dentro das orelhas.

Sentirei alguma dor depois de ser submetido a otoplastia?

Pode ocorrer dor durante os primeiros dias do pós cirúrgico, mas isso pode ser facilmente administrado com medicação.

O que esperar da recuperação?

Os pacientes podem esperar um tempo de recuperação de cerca de uma semana após a otoplastia. Podem ocorrer sensibilidade e dor nas orelhas, que pode ser controlada com medicação. Inchaço, dormência e vermelhidão também podem ocorrer. As ataduras aplicadas após a cirurgia são substituídas por um curativo mais leve, tipo elástico, em poucos dias. No caso da otoplastia tradicional os pontos serão removidos dentro de uma semana ou as suturas absorvíveis se dissolvem sozinhas.

Quando poderei retornar ao trabalho após a cirurgia de orelha?

Os pacientes geralmente podem retornar ao trabalho ou à escola dentro de cinco a sete dias.

Quando poderei me exercitar após o procedimento de otoplastia?

Atividades extenuantes e esportes de contato precisarão ser adiados por cerca de um a dois meses.

Quando os pontos são removidos após o procedimento de otoplastia?

Na otoplastia tradicional os pontos são removidos em cerca de uma semana após a otoplastia. Suturas absorvíveis se dissolverão por conta própria.

Quais são os riscos da otoplastia?

Como com todos os tipos de cirurgia, existem riscos potenciais associados à otoplastia que incluem reações adversas à anestesia, coágulos, cicatrizes inestéticas, infecção, assimetria, artificialidade e má aparência pós cirúrgica. A recorrência da saliência é incomum, mas pode ocorrer, exigindo uma nova cirurgia.

Agende uma Consulta

Deixe mensagem no WhatsApp (31) 99698-7200, ligue (31) 3324-8748 ou preencha o formulário abaixo e agende sua avaliação

O que falam da Dra. Júlia

"Sensacional! Ética, competente, estudiosa, batalhadora!!! Admiro como colega e como pessoa!!!! É um prazer anestesiar o paciente quando o cirurgião é competente!!!!"

Ana Carolina Martins

"Sucesso total pra você! Você merece demais! A alegria que você me proporcionou não tem preço! Resultado perfeito! Sonho realizado!"

Daniele Franklin

 

"Trabalhei por anos ao lado desta pessoa 
exemplar. Dra. Júlia Melo é exímia profissional pois em sua jornada como médica nunca lhe faltou competência, ética, dedicação, respeito, honestidade e acima de tudo Amor ao próximo. Sucesso é apenas consequência para vc moça bonita!"

 
Rosélia Costa

 

        

Clínica de Belo Horizonte

Clínica Revittá
Rua dos Timbiras 2072, sala 1.207
Lourdes - Belo Horizonte-MG

Fale com nossa Clínica

drajuliamelobh@gmail.com
Tel: (31) 3324-8748
WhatsApp (31) 99698-7200

Copyright 2017 © – Todos os direitos reservados à Dra. Júlia Mello – Desenvolvido pela ZUMPP | Premium Design