Ginecomastia

A cirurgia de redução das mamas masculinas

ginecomastia

Ginecomastia é o aumento do tecido glandular da mama masculina. Durante a infância e principalmente na puberdade e na maturidade a ginecomastia pode ser comum. Essa condição médica deve ser  diferenciada da pseudoginecomastia ou lipomastia, que gera o mesmo aspecto feminilizado do peitoral, mas que nesse caso se refere especificamente à depósitos de gordura nas mamas masculinas.

A verdadeira ginecomastia resulta do crescimento do tecido glandular que está presente, normalmente, em quantidades muito pequenas nos homens. A condição é o motivo mais comum para avaliação médica da mama masculina.

Causas

A ginecomastia resulta de um desequilíbrio hormonal do corpo, com excesso relativo de estrógenos (hormônios femininos) quando comparado aos andrógenos (hormônios masculinos).

A ginecomastia pode resultar de um desequilibrio hormonal  natural entre estrogênio e testosterona, ou advir como efeito colateral, de vários medicamentos, abuso de drogas, álcool e esteroides anabolizantes.

Medicamentos que podem causar Ginecomastia:

  • Corticosteroides e esteroides anabolizantes
  • Antibióticos
  • Opioides (narcóticos)
  • Estrogênio (incluindo aqueles em produtos de soja)
  • Medicamentos para azia
  • Medicação ansiolítica
  • Dentre outras

O problema também está associado a certas condições médicas como:

  • Hipertireoidismo
  • Insuficiência renal crônica
  • Cirrose do fígado
  • Baixos níveis de testosterona
  • Obesidade
  • Dentre outras

ciclo feedback negativo

Sinais e sintomas da ginecomastia

O principal sintoma da ginecomastia é mesmo visual: o aumento das mamas masculinas.

Como mencionado anteriormente, tratamos por ginecomastia o aumento do tecido glandular e não do tecido adiposo. Essa questão pode confundir o diagnóstico quando feito pelo próprio paciente.

A ginecomastia em si é tipicamente simétrica em relação ao mamilo e geralmente ocorre em ambos os lados, mas pode ser unilateral em alguns casos. O aumento pode ser maior em um lado, mesmo se ambos os lados estiverem envolvidos. Sensibilidade pode estar presente nos casos de ginecomastia, embora normalmente não haja dor.

Ginecomastia x Câncer de Mama Masculino

A distinção mais importante a se fazer com relação à ginecomastia é com o câncer de mama masculino, que responde por cerca de 1% dos casos gerais de câncer de mama.

O câncer geralmente se confina a um lado, não está necessariamente centrado em torno do mamilo, é duro ou firme e pode estar associado a ondulações da pele, retração do mamilo, secreção mamilar e aumento dos linfonodos axilares.

Tipos de Ginecomastia e Pseudoginecomastia

Ginecomastia Fisiológica

Todos os indivíduos, homens e mulheres, possuem tanto hormônios femininos (estrógenos) quanto hormônios masculinos (andrógenos). Durante a puberdade, os níveis desses hormônios nos meninos podem flutuar e aumentar em diferentes níveis, resultando em um estado temporário em que a concentração de estrogênio é relativamente alta.

A ginecomastia pode se desenvolver nessa fase da puberdade com bastante premência, como resultado de uma desregulação hormonal, comum na fase de crescimento.  Quando ela se resolve por conta própria, com o passar do tempo é conhecida como ginecomastia fisiológica.

A ginecomastia causada por alterações transitórias nos níveis hormonais com o crescimento geralmente desaparece sozinha dentro de seis meses a no máximo 1 ano.

Ginecomastia Puberal Persistente

Ocasionalmente, a ginecomastia que se desenvolve na puberdade persiste por mais de 1 ano e passa a ser denominada ginecomastia puberal persistente, um tipo de ginecomastia patológica.

Ginecomastia patológica

A Ginecomastia patológica ocorre pela má regulação hormonal.  A diminuição de testosterona e aumento do estrogênio causam o aumento da glândula mamária.

Pseudoginecomastia

Também conhecida como lipomastia, produz o mesmo aspecto da ginecomastia patológica, mas se refere especificamente à depósitos de gordura nas mamas masculinas, que causam aspecto feminilizado.

pseudoginecomastia

Opções para a Ginecomastia

A ginecomastia, especialmente em homens na fase da puberdade, geralmente desaparece sozinha em cerca de seis meses, portanto, a observação é preferível ao tratamento específico em muitos casos.

Interromper medicamentos e tratamento de problemas médicos existentes ou condições de saúde que causam aumento de mamas em homens também são pilares do tratamento mais conservador. Consulte seu endocrinologista.

Os tratamentos médicos disponíveis para abordar especificamente o problema da ginecomastia existem, mas os dados sobre sua eficácia são limitados, e nenhum medicamento ainda foi aprovado para o tratamento da ginecomastia.

Por isso, hoje em dia a opção cirúrgica, com uma cirurgia plástica de redução de mamas masculinas, é a mais eficiente para eliminar o problema de forma direta e prolongada nos casos que se prolongam por mais tempo.

Quando buscar tratamento cirúrgico

Embora a ginecomastia puberal normalmente regrida sozinha, em casos raros pode persistir, necessitando de tratamento. A ginecomastia de longo prazo (12 meses ou mais) pode sofrer cicatrização (medicamente denominada fibrose), tornando a regressão natural improvável.

É possível pensar em tratamento cirúrgico já a partir dos 18-20 anos, baseando-se no histórico do paciente (quando ocorreu) e principalmente se as mamas pronunciadas se tornam uma fonte de constrangimento e abalo psicológico importantes.

graus ptose mamas ginecomastia

Diagnóstico

A definição médica de ginecomastia se traduz em: presença de tecido mamário maior que 0,5 cm de diâmetro na mama de um homem.

Na maioria dos casos, a ginecomastia pode ser diagnosticada por exame físico. O histórico médico também é importante, incluindo uso de medicamentos e drogas.

Alguns exames podem ser recomendados para ajudar a determinar a causa da ginecomastia e ajudar no preparo para a cirurgia de redução de mamas masculinas.  Os pedidos podem incluir uma ecografia das mamas e os exames de risco cirúrgico, se o exame físico não apontar qualquer necessidade extra.

A medição dos níveis hormonais na corrente sanguínea também pode ser recomendada em alguns casos específicos. É extremamente raro, mas pode-se suspeitar de câncer de mama masculina, sendo feito o encaminhamento para um especialista, antes da realização da cirurgia plástica.

Cirurgia Plástica de Ginecomastia

A cirurgia de ginecomastia não é uma necessidade fisiológica em 99% dos casos. Ela visa melhorar a aparência das mamas masculinas feminilizadas para um peitoral típico masculino com mamas firmes e planas. Para tornar o peito mais liso e firme o excesso de gordura, pele e tecido mamário precisam ser removidos, se necessário.

Candidatos

O candidato deve estar em bom estado de saúde, não ter nenhuma doença impeditiva e expectativas realistas para o procedimento.

A consulta

Durante a consulta de avaliação a Dra. Júlia Melo conversará com você, avaliando a sua ginecomastia e relatando as opções disponíveis para a cirurgia.

Ela irá rever seu histórico médico ouvir sobre os seus objetivos e responder a quaisquer perguntas relativas à ginecomastia em geral. Depois, um exame físico das mamas avaliará o seu caso específico com maior clareza. Neste momento serão discutidas de forma mais concreta as opções cirúrgicas, o que pode ser feito e ela te dará detalhes mais completos do procedimento de escolha.

4 Tipos de Cirurgia

Lipoaspiração : A lipoaspiração como escolha individual é indicada nos casos de pseudoginecomastia, aqueles onde as mamas masculinas estão aumentadas  pelo simples acúmulo de gordura localizada nas mamas. 75% dos casos podem ser tratados dessa forma, exigindo apenas boa elasticidade da pele e pouco aumento do volume mamário presente.

A lipoaspiração permite pequenas incisões de alguns milímetros e uma rápida recuperação.

Excisão da glandula mamária – É o tratamento daqueles casos de ginecomastia em si. Para mamas pouco aumentadas, uma pequena incisão em forma de meia lua em torno da aréola pode ser suficiente para a retirada do tecido glandular.

Combinações:

  • A combinação de lipoaspiração e excisão glandular é necessária para um peitoral perfeito nos casos onde além da ginecomastia com aumento glandular, existe tecido adiposo (gordura) em excesso, concomitantemente.
  • A combinação de lipoaspiração com lifting ou excisão glandular com lifting (excisão de pele) é a opção de escolha para aqueles que não podem obter bom resultado apenas com a lipoaspiração ou excisão da glândula mamária devido ao excesso de pele ou a má qualidade elástica dela. Infelizmente nesses casos uma cicatriz maior pode ser necessária para dar a firmeza e o estético ideal ao paciente.

Duração

O paciente precisará ser colocado sob anestesia geral mas normalmente não precisará ser internado, indo para casa no mesmo dia. O procedimento geralmente leva de uma a duas horas.

Recuperação

A recuperação da lipoapiração costuma ser um pouco mais rápida e o paciente sofrerá pequenos hematomas nas mamas, que desaparecerão em alguns dias. O inchaço logo após o procedimento poderá permanecer nas próximas semanas. Para ajudar a reduzir parte do inchaço e facilitar a recuperação a Dra. Júlia recomendará uma blusa de compressão e a aplicação de compressas.

O período de recuperação varia dependendo do estado de saúde do paciente e da técnica usada durante o procedimento. No caso da lipoaspiração duas semanas devem ser suficientes para que o paciente esteja quase completamente recuperado para quase todas as atividades do dia a dia.

Quando o lifting é necessário (excisão de pele) precisa-se de mais cuidados principalmente devido a cicatrização, e recomendações adicionais serão feitas pela equipe da Dra. Júlia Melo.

ginecomatia antes e depois

Perguntas e Respostas sobre a Ginecomastia

Qual médico devo consultar caso ache ter ginecomastia?

Depende muito da sua situação em particular. Se você quiser confirmar se o que tem é ginecomastia ou apenas gordura nas mamas, um clínico geral pode fazê-lo. Você pode consultar um endocrinologista que poderá investigar sobre sua regulação hormonal, e caso ainda esteja no início, reverter a situação. Se a situação te incomoda já há mais de 12 meses você pode querer se livrar da ginecomastia através de cirurgia, pois dificilmente o quadro se reverterá naturalmente. Neste caso pode consultar um cirurgião plástico.

Posso me livrar da ginecomastia, naturalmente, sem cirurgia?

Naturalmente sim, principalmente na puberdade, onde os níveis hormonais podem estar desbalanceados e retornar ao padrão normal, eliminando a condição. Fora do período puberal não há nenhuma maneira conhecida de se livrar definitivamente da ginecomastia sem a cirurgia, mas existem medidas que você pode tomar para regular o nível de estrogênio no corpo, principal causador da condição. Os alimentos que comemos, alguns medicamentos e drogas podem ser causadores da condição.

Quais são as principais opções de tratamento para se livrar da ginecomastia?

As duas opções para a redução permanente das mamas, devido à ginecomastia, é mesmo a cirurgia de ginecomastia. Se você quer apenas esconder temporariamente as mamas feminilizadas pode usar camisas de compressão. Opções secundárias podem ajudar como uma dieta de baixo nível de estrogênio e exercícios aeróbicos e que visam o tórax e podem ajudar a reduzir os depósitos de gordura peitoral, mas são paliativos pouco consistentes. A cirurgia de ginecomastia é realmente a única e duradoura opção para se ver livre da condição.

Qual é a principal vantagem da cirurgia de ginecomastia?

A principal vantagem da cirurgia plástica de ginecomastia é que a redução de mama é garantida, duradoura e rápida. Uma cirurgiã plástica como a Dra. Júlia tem experiência para obter o melhor contorno peitoral possível com as ferramentas necessárias, seja com a lipoaspiração, a excisão da glândula ou o lifting.

Quais são as desvantagens associadas à cirurgia de redução de mama masculina?

Não há absolutamente nenhuma desvantagem associada à cirurgia de ginecomastia em si. A única desvantagem diz respeito ao custo da cirurgia plástica, bem como o tempo que você precisa se afastar do trabalho para a recuperação pós cirurgia.

A cirurgia também gera algumas (pequenas na maioria dos casos) cicatrizes que alguns pacientes podem achar difícil de lidar, mas ainda assim são uma excelente escolha em relação às mamas feminilizadas.

Qual o custo da cirurgia de ginecomastia?

O preço da ginecomastia varia de acordo com o tipo de procedimento de escolha, que pode envolver apenas lipoaspiração (75% dos casos de pseudoginecomastia), a retirada da glândula mamária, o lifting ou uma combinação desses procedimentos. O preço da ginecomastia dependerá também do local onde será realizada, do cirurgião plástico, equipe e anestesiologista.

Como funciona a cirurgia de Ginecomastia?

A ginecomastia visa melhorar o peitoral masculino, dando contornos masculinos à mamas flácidas e até caídas, com aspecto feminino. Para tornar o peitoral mais liso e firme, o excesso de gordura (com uma lipoaspiração), tecido mamário (com a cirurgia de excisão da glândula mamária) e pele (com a cirurgia de lifting)  serão removidos cirurgicamente.

Quando é necessária a cirurgia de ginecomastia?

Esta condição geralmente desaparece em até 12 meses, especialmente para os rapazes na fase da puberdade. No entanto se você tiver ginecomastia há mais de um ano, provavelmente precisará recorrer à intervenção cirúrgica para se livrar do excesso de tecido mamário. Durante a consulta, a Dra. Júlia Melo conversará com você sobre as opções disponíveis e se para você a  cirurgia é mesmo a escolha ideal.

Quem está qualificado para o procedimento?

O paciente deve estar em bom estado geral de saúde, não deve ter nenhuma doença ativa ou proibitiva, bem como expectativas realistas para passar pelo procedimento.

O que se pode esperar da consulta?

A Dra. Júlia irá rever a história médica completa do paciente, ouvir seus objetivos de passar pelo procedimento e responder a quaisquer perguntas relativas à ginecomastia. A consulta de avaliação também é o momento para o exame físico de toque mamário onde a Dra. Júlia poderá ter melhor noção do caso e expor sobre as melhores opções.

Como é feita a cirurgia?

O procedimento geralmente leva de uma a duas horas sob anestesia geral. O tecido glandular mamário indesejado será retirado por uma pequena incisão em meia lua ao redor da aréola, no caso de ginecomastia típica. Nos casos onde a gordura localizada nas mamas é a causa do aumento das mamas, a chamada pseudoginecomastia, uma lipoaspiração resolverá o caso. No entanto em pacientes que tem flacidez de pele e excesso de tecido glandular para serem removidos, o médico precisará de uma incisão maior, usando o método de lifting para ressecar a pele em excesso e esculpir a mama para deixá-la em posição e firme novamente. Quando o lifting é envolvido, uma cicatriz mais ampla será necessária.

O que esperar logo após a cirurgia?

O paciente sofrerá pequenos hematomas na área em que o procedimento foi realizado, mas isso desaparecerá em alguns dias. O paciente também notará inchaço logo após o procedimento que poderá permanecer nas próximas semanas. Para ajudar a reduzir parte do inchaço, os pacientes podem usar compressas.

É doloroso?

É possível ter dores no peito, principalmente após a lipoaspiração, mas a Dra. Júlia Melo prescreverá aos pacientes a medicação correta para dor e a manterá em um nível tolerável.

Quanto tempo dura o período de recuperação?

O período de recuperação varia dependendo do tipo de ginecomastia e das técnicas usadas durante o procedimento. Nos que passam apenas por uma lipoaspiração, 2 semanas é o prazo máximo para estar realizando quase todas as atividades de rotina.

Agende uma Consulta

Deixe mensagem no WhatsApp (31) 99698-7200, ligue (31) 3324-8748 ou preencha o formulário abaixo e agende sua avaliação

O que falam da Dra. Júlia

"Sensacional! Ética, competente, estudiosa, batalhadora!!! Admiro como colega e como pessoa!!!! É um prazer anestesiar o paciente quando o cirurgião é competente!!!!"

Ana Carolina Martins

"Sucesso total pra você! Você merece demais! A alegria que você me proporcionou não tem preço! Resultado perfeito! Sonho realizado!"

Daniele Franklin

 

"Trabalhei por anos ao lado desta pessoa 
exemplar. Dra. Júlia Melo é exímia profissional pois em sua jornada como médica nunca lhe faltou competência, ética, dedicação, respeito, honestidade e acima de tudo Amor ao próximo. Sucesso é apenas consequência para vc moça bonita!"

 
Rosélia Costa

 

        

Clínica de Belo Horizonte

Clínica Revittá
Rua dos Timbiras 2072, sala 1.207
Lourdes - Belo Horizonte-MG

Fale com nossa Clínica

drajuliamelobh@gmail.com
Tel: (31) 3324-8748
WhatsApp (31) 99698-7200

Copyright 2017 © – Todos os direitos reservados à Dra. Júlia Mello – Desenvolvido pela ZUMPP | Premium Design